Wednesday, 05.12.2021, 11:54 AMMain | Registration | Login

Site menu

Login form

Welcome Guest!

Search

Statistics


Total online: 1
Guests: 1
Users: 0

“Quem prende a água que corre
É por si próprio enganado:
O Ribeirinho não morre,
Vai correr para outro lado!”

 
 
O que é uma cheia?

Para o senso comum, uma cheia é o transbordo das margens de um rio e consequente alagamento das áreas envolventes, que poderá provocar elevados prejuízos materiais.

As cheias são fenómenos naturais extremos e temporários, provocados por precipitações moderadas e permanentes ou por precipitações repentinas e de elevada intensidade. Este excesso de precipitação faz aumentar o caudal dos cursos de água, originando o extravase do leito normal e a inundação das margens e áreas circunvizinhas. Nalgumas partes do globo as cheias podem dever-se também ao derretimento de calotes de gelo.

Em termos hidrológicos uma situação de cheia numa secção de um curso de água acontece sempre que a precipitação dá origem à ocorrência de escoamento superficial directo, que se traduz na formação de um hidrograma de cheia (Carmo, J.S.A., 1996).
 

O que é uma inundação?

Uma inundação está associada à acção de cobrir uma determinada superfície com água, ou seja, de alagar ou espalhar água sobre uma área. Em termos técnicos, é necessário caracterizar além da acção de inundar a origem da quantidade de água que provoca a inundação. Podem ser consideradas diferentes origens para estes fenómenos, mas, as grandes inundações têm origem no transbordamento dos rios, para o leito de inundação, durante a ocorrência de cheias.

Assim, podemos dizer que há uma inundação quando ocorre “acumulação de massas de água mais ou menos profundas em terrenos que normalmente estão secos.  

Copyright MyCorp © 2021 | Website builderuCoz